GIRO DE NOTICIAS

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Flamengo empata com a Ponte e avança na Copa do Brasil

Rodinei fez boa partida e levou o Flamengo ao ataque pelo lado direito (Foto: Paulo Sérgio/Agência F8)O Flamengo está nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, o empate em 0 a 0 diante de um valente time da Ponte Preta garantiu a vaga e a boa atuação do adversário valorizou ainda mais o avanço do Rubro-Negro. Na ida, há uma semana, a equipe de Barbieri venceu por 1 a 0 em Campinas.
O adversário do Flamengo nas quartas da Copa do Brasil será conhecido através de sorteio. Defendendo a liderança do Brasileirão, o time de Maurício Barbieri volta a campo no domingo, contra a Chapecoense, na Arena Condá.
CHANCES LÁ E CÁ!
A rede não balançou na primeira etapa, mas não faltou emoção. Flamengo e Ponte disputaram um bom jogo, com boas oportunidades para os dois lados.
Empurrado pela torcida, o Rubro-Negro foi melhor no início. Apesar de ocupar o campo de ataque, demorou a finalizar contra o gol rival. A Macaca, por sua vez, assustou Diego Alves. Saraiva foi o primeiro a arriscar, mas acabou travado por Réver na área. Na sequência, Paulinho ficou com o rebote de escanteio e finalizou com perigo, à direita do gol.
A pressão do Fla teve início aos 30 minutos. Na terceira tentativa, Paquetá obrigou Ivan a fazer boa defesa. Vinicius Jr e Geuvânio brigaram pela sobra, mas a zaga afastou. O camisa 20 também arriscou, mas não acertou a meta.
GEUVÂNIO NÃO JUSTIFICA SEQUÊNCIA
Com Diego fora por lesão, Geuvânio foi titular pela terceira vez seguida. O atacante ainda não conseguiu engrenar. Contra a Ponte, teve boas chances para levar o Flamengo ao ataque, mas falhou. Os erros irritaram a torcida, que o vaiou bastante deixar o campo para a entrada de Jean Lucas, cria da Gávea.
De positivo, vale destacar a determinação de Geuvânio em recuperar as bolas perdidas. É uma característica do time de Maurício Barbieri, principalmente quando a posse da bola está com os zagueiros ou perto da área adversária.
SUSTO E CLASSIFICAÇÃO!
A Macaca voltou mais aberta para a etapa final e, por dua vezes, quase abriu o placar no Maracanã. Saraiva teve a primeira chance, mas tocou com a mão na bola antes de chutar. Já Tiago Real estava impedido. Foi depois dos sustos que Maurício Barbieri chamou Jean Lucas e Paolo Guerrero, aos 16 minutos.
O Flamengo cresceu com os dois. Guerrero finalizou com perigo à meta de Ivan. Everton Ribeiro tirou tinta do travessão, mas a Macaca, valente, lutou até o fim.
Um gol ponte-pretano levaria a decisão para os pênaltis. Aaron, aos 40 minutos da etapa final, acertou o pé da trave de Diego Alves. O apito final chegou, o gol – seja do Fla ou da Macaca -, não. Para alívio dos mais de 55 mil rubro-negros. FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0X0 PONTE PRETA
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 10/5/2018, às 19h30
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
Renda/Público: R$ 1.316.955,00 / 52,597 pagantes / 55.822 presentes
Cartão amarelo: Réver (FLA); Paulinho e Marciel (PON)
Cartão vermelho: Não houve.
GOLS: Não houve.
FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá e Everton Ribeiro; Geuvânio (Jean Lucas, 16’/2ºT), Vinicius Júnior (Marlos Moreno, 45’/2ºT) e Henrique Dourado (Guerrero, 16’/2ºT) – T: Maurício Barbieri
PONTE PRETA: Ivan; Igor, Reynaldo, Renan Fonseca e Marciel; Nathan, Paulinho (Tiago Real, 7’/2ºT) e Lucas Mineiro (João Vitor, 32’/2ºT); Saraiva (Aaron, 29’/2ºT), Júnior Santos e Felippe Cardoso – T: Doriva
Lance

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 BLOG DO RILDOSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.