GIRO DE NOTICIAS

CIDADES

Featured Post (Slider)

POLITICA

Java

Test Footer 2

ENTRETENIMENTO

Movie Category 3


Movie Category 5


Publicidade


Sub menu section

Publicidade


Quem sou eu

Minha foto
Músico e Editor Chefe do BLOG DO RILDO.

Seguidores

ALAGOA GRANDE

POLITICA

GALERIA DE FOTOS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Prefeito de Alagoa Grande propõe redução de seu salário e do vice

O prefeito da cidade de Alagoa Grande, Hildon Régis Navarro Filho (Bôda) (PR), enviou o Projeto de Lei de nº 08, de 3 de maio de 2016, para  Câmara de Vereadores, na Sessão desta terça-feira (02), pedindo a redução do próprio salário e do Vice-Prefeito Beto do Sindicato no valor de R$ 3.000,00 e R$ 1.500,00 respectivamente. No projeto fica também fica estabelecido que nenhum funcionário público municipal poderá receber salario acima dos vencimentos do Prefeito.
O projeto faz parte da estratégia do município para enfrentar a crise econômica nacional. O Projeto de Lei deverá ser votado na próxima Sessão da Câmara de Vereadores que acontece nesta quinta-feira (04).

Estudantes da UFPB realizam ato por segurança no campus de Areia

Estudantes seguram cartezes em mobilização por mais segurança no campua de Areia (Foto: Volney Andrade/TV Cabo Branco)Um grupo de estudantes do campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) na cidade de Areia, no Agreste paraibano, realizam na manhã desta quarta-feira (4) um protesto para pedir mais segurança dentro e nos arredores do campus. De acordo com o estudante Jhonatan Feitosa, um dos organizadores do ato, até as 9h, pelo menos 150 pessoas estavam reunidas fechando a entrada de carros no portão principal do campus.
Segundo Jhonatan, o ato já era planejado há algum tempo, por causa de relatos de alunos que eram assaltados, principalmente no turno da noite. Os alunos explicam que o entorno do campus é mal iluminado e que isso facilita a ação de assaltantes, que conseguem entrar no campus.
O protesto teve início por volta das 6h. O estudante explica que os alunos utilizaram tambores, cartazes e apitos para acordar os alunos dos alojamentos e mobilizá-los para o ato. Em seguida, o grupo foi para a frente do portão. “Os veículos estão impedidos de entrar, mas não estamos bloqueando a entrada e saída de pessoas à pé. O importante é mostrar que há este problema e que queremos uma solução”, diz."O gatilho para realizar essa semana se deu após um caso registrado no domingo (1°), em que três alunas foram assaltadas e espancadas depois que os ladrões tentaram assediá-las. Elas tinham ido jantar no Restaurante Universitário e quando voltavam para casa foram abordadas por dois homens em uma moto, num trecho próximo a uma guarita aqui do campus, que no dia estava desativada”, explicou.
No turno da tarde, os organizadores planejam uma caminhada com os alunos até a prefeitura municipal de Areia, onde vão solicitar a presença de representantes da prefeitura, da Guarda Municipal e da Polícia Militar em um debate que está previsto para acontecer à noite. “Queremos também que participem representantes da reitoria, da diretoria do campus e da empresa que faz a segurança do local, para que possamos mostrar nossas reivindicações e juntos definirmos medidas que possam garantir melhores condições de segurança para os estudantes”, concluiu Feitosa.

G1/Pb

Pacientes de Alagoinha, Baia da Traiçao e Cacimba de Dentro morreram com o vírus do H1N1

692x360xH1-N1-692x360.jpg.pagespeed.ic.Rr73leDVlcAté o dia 30 de abril, onze casos de gripe H1N1 foram notificados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde. Sete pessoas morrem em decorrência da doença. Segundo o boletim da influenza divulgado nesta quarta-feira (4), a SES notificou 118 casos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Entre os casos notificados até o momento, em 14 deles (11,9%) foi descartada a presença do vírus de influenza. Os demais seguem em investigação.
“Nota-se um aumento considerável do número de casos se comparado ao ano de 2015, quando tinham sido notificados 12 casos de SRAG e, entre eles, apenas um caso identificado com o vírus influenza. Entretanto, a situação não é de alarde, mas, sim, de vigilância”, observou a gerente de Vigilância Epidemiológica da SES, Izabel Sarmento, completando que, com o aumento das chuvas, é natural que a síndrome gripal apareça e o número de casos está dentro do esperado para esta época do ano.
“Nossa missão enquanto gestores é conscientizar a população e os profissionais de saúde para que o enfrentamento à influenza seja ainda mais eficaz, identificando precocemente a doença e, consequentemente, tratando oportunamente e evitando as complicações”, declarou a gerente.
No que se refere ao cenário dos óbitos, foram comunicados 25 casos de SRAG com suspeitas de vírus de influenza, sendo sete confirmados a identificação viral para influenza A (H1N1) nos municípios de Alagoinha (1),Baía da Traição (1), Cacimba de Dentro (1), Campina Grande (1) João Pessoa (1), Maturéia (1) e Monteiro (1). Quatro mortes foram descartadas para o agente etiológico de influenza e 14 óbitos seguem em investigação.
Diante do cenário atual do Estado, a SES recomenda à população e a todos os serviços de saúde que sejam intensificadas as ações de prevenção e controle da influenza. “Para prevenir, é fundamental a lavagem frequente das mãos, evitar locais com aglomeração de pessoas, evitar ir ao trabalho com quadro gripal nas primeiras 48 horas, evitar levar crianças com gripe para a escola. Para os profissionais, é imprescindível o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e manter a vigilância dentro do serviço – identificando precocemente os casos suspeitos e intervindo oportunamente para que estes não cheguem à gravidade, podendo culminar em óbito”, orientou Izabel Sarmento.
 
Copyright © 2014 BLOG DO RILDOSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.