GIRO DE NOTICIAS

CIDADES

Featured Post (Slider)

POLITICA

Java

Test Footer 2

ENTRETENIMENTO

Movie Category 3


Movie Category 5


Publicidade


Sub menu section

Publicidade


Seguidores

ALAGOA GRANDE

POLITICA

GALERIA DE FOTOS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Brasil vence Argentina por 1 a 0 e leva o Superclássico das Américas


Seleção Brasileira

Em partida realizada na tarde desta terça-feira (16), o Brasil venceu a Argentina por 1 a 0, pelo Superclássico das Américas. O jogo marcou o último compromisso da seleção canarinha na data FIFA para amistosos.
Em um jogo sem muitas surpresas, a Seleção Brasileira conseguiu neutralizar os argentinos, que estavam com vários desfalques na equipe titular. Apesar de ser apenas um amistoso, a partida rendeu ao Brasil a taça do Superclássico das Américas. O jogo se encaminhava para as penalidades até os 47 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Miranda cabeceou para o gol após cruzamento de escanteio feito por Neymar.

Brasil volta a jogar em novembro

Após a partida, os convocados voltam a integrar suas equipes. O próximo teste da Seleção Brasileira será em novembro, no dia 16, contra a seleção do Uruguai, no Emirates Stadiium, em Londres.

ELEIÇÕES 2018: Cid Gomes chama petistas de babacas e diz que partido merece perder



Em evento de apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT), na noite desta segunda-feira (15), o senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) fez dura crítica ao PT.
Convidado a discursar, o irmão de Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado na disputa presidencial deste ano, cobrou da direção da legenda que faça um “mea culpa” dos erros que cometeu.
“Tem de fazer um mea culpa, pedir desculpa, ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira”, disse. “Não admitir os erros que cometeram é para perder a eleição. E é bem feito”, ressaltou.
Sob vaias de militantes petistas, Cid chamou de “babacas” aqueles que protestavam contra seu discurso e disse que o partido “merece perder” caso não fala uma autocrítica.
“Vão perder feio porque fizeram muita besteira, aparelharam as repartições públicas e acharam que eram donos de um país. E o Brasil não aceita ter donos”, disse.
O senador eleito elogiou Haddad, a quem se referiu como “boa pessoa”, mas acusou o partido de ter criado o candidato do PSL, Jair Bolsonaro. “Foram essas figuras que acham que são donas da verdade, que acham que podem fazer tudo”, criticou.
Como reação, a plateia petista gritou o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que foi também mal recebido pelo pedetista, que lembrou que ele está preso.
“Lula o quê? Ele está preso, babaca. Lula vai fazer o quê? Babaca, babaca. Isso é o PT e o PT desse jeito merece perder”, afirmou.
Ciro não pretende reafirmar apoio à candidatura de Haddad. Em conversas reservadas, ele tem dito que já fez o aceno que deveria ter feito e que continuará se posicionado nas redes sociais apenas contra Bolsonaro, mas sem mencionar o petista.
A expectativa é de que Ciro volte no final desta semana ao Brasil, após viagem à Itália. A ideia é de que até o dia 28 ele permaneça no Ceará. Para evitar ofensivas dos petistas, ele foi aconselhado a viajar para uma praia longe de Fortaleza.

Fonte: Folha

Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

Gil Gomes em 2002 — Foto: Agilberto Lima/Estadão Conteúdo
O jornalista e radialista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça-feira (16) em São Paulo, informou a assessoria do Hospital São Paulo. Famoso na crônica policial, ele tinha 78 anos.

Na noite de segunda, o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro do Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada. Ainda de acordo com a assessoria do centro médico, ele morreu em decorrência de um câncer.

Cândido Gil Gomes Jr. nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940. Dono de uma voz potente, começou a carreira jornalística aos 18 anos, em uma rádio, como locutor esportivo. Na época, não pensava em cobrir crimes. "Polícia sempre me cheirara a coisa de mundo cão", disse em entrevista à "Folha de S.Paulo" em 2008.

A entrada no "mundo cão" ocorreu em 1968, na Rádio Marconi. Lá, deixou a crônica esportiva para cobrir reportagens de temas variados. Se destacou ao cobrir, ao vivo, um caso de agressão sexual ocorrido no prédio onde trabalhava.

A partir daí, aprimorou a narrativa que o marcou na crônica policial brasileira.

Nos anos 90 integrou a equipe do popular “Aqui Agora”, do SBT. Manteve no vídeo a entonação de suspense que criou no rádio, acrescentando ao estilo um gesto circular que fazia com a mão e camisas com estampas coloridas. Depois do “Aqui Agora”, trabalhou em outras emissoras.

Gil Gomes ficou afastado da TV por mais de 10 anos devido a problemas de saúde relacionados ao Mal de Parkinson, doença diagnosticada em 2005. Em 2016, aos 76 anos, foi convidado a participar com comentários em um programa de TV patrocinado por uma rede de farmácias.

Ainda, segundo o Hospital São Paulo, os procedimentos para o velório de Gil Gomes serão feitos por seus familiares. O G1 não conseguiu localizar a família de Gil Gomes para comentar o assunto.

 
Copyright © 2014 BLOG DO RILDOSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.